Promoção Aéreas » Pontos turísticos » Como levar dinheiro exterior

Como levar dinheiro exterior

Saiba neste artigo qual a melhor maneira de levar dinheiro para o exterior em suas viagens, de acordo com a opinião de alguns economistas.

Viajar para o exterior vem se tornando uma prática bastante aderida pelos brasileiros, devido as facilidades e os baixos preços de serviços que são encontrados no mercado de turismo. Uma das grandes dúvidas levantadas em pesquisas por esses viajantes são sobre a forma de dinheiro que devem levar em seus destinos escolhidos.

Moeda local ou do país escolhido para viagem, cartões de débito ou crédito? Qual das opções descritas de dinheiro escolher para viajar ao exterior? Bom, todas elas oferecem vantagens e desvantagens de acordo com as necessidades estabelecidas pelos turistas e são através delas que deve ser escolhido a opção mais benéfica.

Dinheiro em espécie

Indicado para: viagens curtas e pessoas que não desejam gastar grandes quantias de dinheiro.

Vantagens

» IOF mais barato – aproximadamente 0,38%;
» Melhor planejamento dos gastos financeiros da viagem;
» Maior controle financeiro;

Desvantagens

» Pouca segurança;
» Mais chances de ser furtado;
» Nenhuma chance de ser ressarcido – a não ser que o bandido seja capturado a tempo;
» Não possibilita compras pela internet;

Observação: a troca da moeda em espécie pode ser realizada nos destinos finais, não necessariamente no país de origem. Esse processo retira a taxa cobrada de IOF do Brasil, mas é importante ficar atento pois nem todos os países fazem a troca do Real por sua moeda local.

Cartão de crédito internacional

Indicado para: viagens curtas, médias e de longo prazos, onde os turistas optem por realizar reservas em vários serviços, locações de carros, se prevenir de imprevistos, etc.

Vantagens

» Pode ser cancelado em casa de perda ou furto;
» Suas taxas de câmbio são mais favoráveis;
» O titular pode aproveitar a desvalorização da moeda estrangeira (quando ela acontecer), diminuindo assim o valor da sua fatura.

Desvantagens

» O IOF é mais caro – cerca de 6,38%;
» A reposição da sua segunda via pode vir a ser demorada;
» O seu limite de crédito pode ser baixo;
» A alta da moeda estrangeira antes da chegada da fatura pode deixar seu valor ainda mais caro;

Cartão de débito internacional

Indicado para: todos os tipos de viagens, usados para imprevisto e emergências.

Vantagens

» Realização de compras mais baratas quando houver a desvalorização da moeda estrangeira;
» Suas taxas de câmbio são mais favoráveis;
» Pode ser cancelado em caso de perda ou furo;
» Taxa de câmbio mais vantajosa – de acordo com o banco fornecedor do cartão;

Desvantagens

» O IOF é mais caro – cerca de 6,38%;
» A reposição da sua segunda via pode vir a ser mais demorada que a do cartão de crédito;
» Seu limite de saque e pagamento pode ser baixo;
» Não possibilita estimativas de gastos para o viajante;

Cartão pré-pago

Indicado para: viagens longas. Excelente opção para quem vai viajar com a família e deseja ter um bom planejamento dos seus gastos.

Vantagens

» Cartões disponíveis para várias moedas do mundo, como dólar australiano, dólar neozelandês, rand, dólar, euro, libra, iene e peso argentino;
» Oferece várias praticidades, como sacar dinheiro da moeda local;
» Pode ser recarregado pela internet, possibilitando acompanhamento de extrato online;
» Costuma ser reposto dentro de até 72 horas em casos de perda ou furto;
» Melhor planejamento financeiro da viagem;

Desvantagens

» O IOF é mais caro – cerca de 6,38%;
» Pode ser cobrado taxas de saque ou da inatividade do cartão;
» Não oferece nenhuma vantagem em destinos que não possuem essa modalidade de cartão de acordo com a moeda local;

Receba promoções em primeira mão.

Outras Dicas:


Comentários para: Como levar dinheiro exterior



Google+