Promoção Aéreas » Pontos turísticos » Como viajar para Argentina gastando pouco

Como viajar para Argentina gastando pouco

Neste artigo você irá conferir um esboço de dicas para brasileiros que desejam viajar à Argentina, gastando pouco, sem deixar de aproveitar as belezas e a cultura desse país.

A Argentina é considerada o segundo maior país (em relação ao seu território) da América do Sul, sendo ainda o terceiro mais populoso. Sua extensão é constituída por 23 províncias e 1 cidade autônoma, sua capital Buenos Aires, é um dos principais polos turísticos do mundo.

Esse é um dos países mais escolhidos por nós, brasileiros, para visitação, isso porque a região é próxima e fácil de ser frequentada, além de ter baixos custos para quem sabe aproveitar todas as oportunidades gratuitas, baratas e com descontos que o local oferece.

Documentação

Dicas para brasileiros viajarem para Argentina gastando pouco.

Bandeira da Argentina.
(Foto: Divulgação)

Todos os turistas dos países que compõem o Mercosul tem maior facilidade na apresentação de documentos nas fronteiras e  aeroportos, mas lembre-se de estar em dias com as normalidades estabelecidas.

» RG – com foto e dados recentes;
» Cédula de Identidade Mercosul expedida pela Polícia Federal (utilização válida até seu respectivo vencimento);
» Passaporte com validade mínima de 6 meses (documento não obrigatório);

Moeda

A moeda utilizada na Argentina é o peso. Para fazer a troca, é indicado que apenas um pouco do dinheiro seja convertido para passar as primeiras horas no país de destino, pois suas casas de câmbio oferecem taxas melhores para a conversão do que aeroportos e rodoviárias.

Hospedagem

Muitos hotéis oferecem preços com descontos aos turistas, mas existem algumas opções que podem deixar esse serviço ainda mais baratos, que são os hotéis e o CouchSurfing, locais bacanas, em conta e que abrigam pessoas de várias partes do mundo, deixando o turista ainda mais interagido, não apenas com a cultura local.

» CouchSurfing;
» Hostel Brookers;
» Hostel World.

Observação: clicando nos links acima você irá saber mais sobre as hospedagens e como adquiri-las durante a sua permanência na argentina.

Alimentação

A culinária argentina é muito apreciada e tem como sua principal influência as tradições italianas e espanholas. Para você que deseja economizar e apreciar toda a gastronomia local, basta optar por ir em restaurantes/lanchonetes menos luxuosos e solicitar sempre o prato do dia, eles são mais em conta e se modificam todos os dias da semana.

Observação: grande parte desses lugares oferecem algum tipo de bebida e sobremesa de acompanhamento para o prato do dia. Portanto, fique atento.

Passagem

O melhor a  fazer na compra dos bilhetes aéreos é pesquisar bastante, optar sempre pela baixa temporada e realizar a compra do serviço meses antes do dia de embarque. Com esses três passos você irá conseguir economizar e se planejar melhor para toda a viagem.

Outra dica que pode ajudar muito nesse processo, são as visitas às agências de viagens, pois elas oferecem serviços de passagens aéreas, translados, hospedagem, alimentação e lazer por preços acessíveis e que podem ser parcelados sem juros em cartões de crédito.

Passeios

Existem diversos de pontos turísticos gratuitos na Argentina, aproveite todos eles. Selecione os que mais gostou (que são pagos) e veja qual a melhor disponibilidade de visitação nos encartes distribuídos no país.

Dicas

» Grande parte dos hotéis  oferecem a disponibilidade do turista preparar às próprias refeições. Fazer uma comprinha no supermercado e aderir a essa prática pode diminuir os gastos com a alimentação;

» Quando for comprar sua passagem (de ônibus ou de trem), para visitar as cidades do país argentino, opte que ela seja noturna, pois assim economizará diárias em hotéis;

» A maior parte dos pontos turísticos do país oferecem wi-fi gratuito para uso;

» Compre um mapa para se locomover na região. Andar a pé e usar os transportes coletivos, além de diminuir os custos, ainda possibilitará que você conheça com mais intensidade os locais por onde passar.

Receba promoções em primeira mão.

Outras Dicas:


Comentários para: Como viajar para Argentina gastando pouco



Google+